Friday, December 06, 2013

Pernambuco Experimental no Museu de Arte do Rio a partir de 10 de Dezembro

Sob a curadoria de Clarissa Diniz e Paulo Herkenhoff, será aberta às 10 horas da manhã do próximo dia 10 de dezembro de 2013, no Museu de Arte do Rio, a exposição PERNAMBUCO EXPERIMENTAL, que reúne a criação artística de Pernambuco de 1920 até 1980 e da qual tenho a honra de fazer parte.
Início da exposição Pernambuco Experimental
10 de dezembro 10h 
Pernambuco Experimental traça um panorama da produção da arte experimental no estado entre as décadas de 1920 e 1980, quando Pernambuco foi palco de investigações artísticas que romperam fronteiras de linguagens e regionalismos. Com curadoria de Clarissa Diniz e Paulo Herkenhoff, a exposição ocupará 600 m² do MAR com cerca de 300 obras – entre pinturas, desenhos, fotografias, vídeos, músicas, performances e documentos desse período. Na programação estão previstos ainda uma mostra de filmes, um ciclo de debates e o lançamento de um livro.

A exposição integra uma tríade de mostras sobre importância da produção artística no estado, que teve início com Pernambuco Moderno (Instituto Cultural Bandepe, Recife, 2006), se desenvolveu em Zona Tórrida (Santander Cultural, Recife, 2012), e se complementa com Pernambuco Experimental. Com essa montagem, o MAR pretende apresentar essa significativa experimentação ao público brasileiro e internacional a partir de um rico apanhado do que foi esse período histórico para a arte pernambucana.

Desde o princípio do século XX, em resposta ao processo de industrialização e internacionalização o qual atravessava a economia local, artistas passaram a produzir conectados com os desafios e debates da cena internacional da arte. Poetas, pintores, fotógrafos, cartunistas, arquitetos, dramaturgos, editores e designers foram alguns dos responsáveis por essa efervescência cultural que ficou evidente em revistas, congressos, textos e obras. Com a atuação de nomes como Vicente do Rego Monteiro, Cícero Dias, Joaquim Cardozo, João Cabral de Melo Neto, Aloísio Magalhães, Gastão de Holanda, O Gráfico Amador, Hermilo Borba Filho, José Cláudio, Jommard Muniz de Brito, Paulo Bruscky, Daniel Santiago, Montez Magno, grupo Vivencial Diversiones, grupo Ave Sangria e Lula Cortes, entre tantos outro, é possível vislumbrar um riqueza experimental que, sobretudo nas décadas de 50, 60 e 70, encontra um momento de profícua radicalidade. 
Pernambuco Experimental coloca em evidência a inseparável conexão entre a história e o contemporâneo, cujas implicações precisam ser constantemente pensadas e relidas. Para reforçar o conteúdo da mostra, um livro homônimo será lançado por meio de projeto apresentado ao Funcultura, com o apoio do Governo de Pernambuco. Fartamente ilustrado e com ensaios inéditos dos curadores da exposição, críticos convidados e artistas pernambucanos, o livro se constitui como um documento fundamental sobre a história da arte do estado. Com projeto gráfico de Raul Luna, a obra bilíngue (português e inglês) será também uma vitrine do caráter experimental das artes gráficas do estado, que se estende à contemporaneidade por meio de um design arrojado e de notável consciência espacial.

Artistas
Abelardo da Hora | Alexandre Bérzin | Aloisio Magalhães |  Arnaldo Tobias |  Ave Sangria | Benício Dias | Acácio Gil Borsoi | Cícero Dias |  Daniel Santiago | Debora do Rego Monteiro |  Emílio Cardoso Ayres |  Equipe Bruscky & Santiago |  Flaviola | Francisco Du Bocage | Gilberto Freyre | Ionaldo Cavalcanti | João Cabral de Melo Neto | Joaquim Cardozo | Joaquim do Rego Monteiro | Jomard Muniz de Britto| José Cláudio | Josué de Castro | Kátia Mesel |  Ladjane Bandeira |  Lailson |  Leonhard Frank Duch | Luiz Nunes |  Lula Cardoso Ayres | Lula Côrtes | Manuel Bandeira | Marconi Notaro | Montez Magno | Nelson Ferreira | Nuvem 33 | O Gráfico Amador | Paulo Freire | Paulo Bruscky | Phetus | Pierre Verger | Raul Córdula | Roberto Burle Marx | Silvio Hansen | Tiago Amorim | Unhandeijara Lisboa | Vicente do Rego Monteiro | Vivencial Diversiones | Wilson Carneiro da Cunha|  Ypiranga Filho
Conversa com artistas de Pernambuco Experimental
10 e 11 de dezembro
Conversa de galeria com o público, artistas e curadoria da exposição Pernambuco Experimental, comentando aspectos diversos das obras e dos contextos históricos apresentados na mostra. 
dia 10, 11h
Pavilhão de Exposições | Exposição PE:EXP
Lula Cardoso Ayres Filho, Montez Magno,  Márcia Lira
Conversa sobre a construção da modernidade em Pernambuco.
Dia 10, 15h
Paulo Bruscky, Daniel Santiago, Silvio Hansen
Conversa sobre os anos 1960/70 e suas diversas estratégias de criação, circulação e resistência.
dia 11, 11h
Pavilhão de Exposições | Exposição PE:EXP
Raul Córdula, Tiago Amorim, Kátia Mesel, Lailson
Conversa sobre o entrecruzamento de diversas linguagens nos anos 1960/1970, como as artes gráficas, a música e a poesia.
dia 11, 15h
Pavilhão de Exposições | Exposição PE:EXP
Lula Wanderley, Tiago Araripe, Marco Polo Guimarães, Almir de Oliveira, Paulo Raphael, Flaviola

A cena da música experimental dos anos 1970 em Pernambuco.

Comments: Post a Comment

Links to this post:

Create a Link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?