Tuesday, July 26, 2011

Lailson da Holanda na Academia Brasileira de Letras dia 28 - "Quadrinhos: Arte Sequencial"

Caríssimo( a )s:
Nesta quinta-feira, 28 de julho de 2011, às 17:30, estarei fazendo uma palestra na Academia Brasileira de Letras sobre "QUADRINHOS: ARTE SEQUENCIAL".
O encontro terá a participação de Chico Caruso e Paulo Maffia, abertura e encerramento do Acadêmico Marcos Vinicius Vilaça e coordenação do Acadêmico Luiz Paulo Horta.
O evento é aberto ao público, então, quem estiver no Rio na data e quiser assistir, será muito bem vindo.
Minha palestra na Academia Brasileira de Letras, será transmitida on line AO VIVO às 17:30 desta quinta-feira, 28 de julho de 2011.
Quem quiser assistir é só entrar no portal da ABL www.academia.org.br
Grande abraço,
Lailson
“Seminário Brasis, brasis” apresenta o tema “Quadrinhos: A arte sequencialA
Academia Brasileira de Letras promoverá o “Seminário Brasil, brasis”, que apresentará o tema “Quadrinhos:
A arte sequencial”, e contará com as presenças de Chico Caruso, Lailson de Holanda e Paulo Maffia. Como
convidado especial, o seminário contará com Ricky Goodwin, organizador de uma série de mostras e salões
sobre o tema, e que também montará, no saguão da ABL, exposição de destacados quadrinhistas brasileiros.

“A Academia está sempre disposta a debater qualquer tema que diga respeito à sociedade. Queremos sempre

trazer para esta Casa os saberes vários e todas as manifestações históricas e artísticas. Os quadrinhos, embora

muitos possam não saber, começaram no Brasil no século XIX, adotando um estilo próprio. Professores vários

adotam o quadrinho em suas aulas, assim como existem repórteres que transformaram e editaram suas

reportagens em quadrinhos. Portanto, o papel dos quadrinhos é muito importante para a ABL, principalmente

porque vem-se destacando cada vez mais no cenário editorial brasileiro e mundial. Reproduz livros, o que nos

interessa particularmente, e assumiu seu espaço na internet, onde se pode ler diversas histórias. Reafirmo que o

objetivo da Academia é o de preservar e valorizar a memória nacional: a língua como instrumento do

conhecimento e da convivência; as letras como reveladoras e formadoras da identidade nacional, sem deixar de

fora nada que é humano. E o Seminário “Brasil, brasis”, sobre “Quadrinhos: a arte sequencial”, nos revela

também uma vertente completamente diferente do livro em si”, afirmou o Presidente Marcos Vinicios Vilaça.

Sob a coordenação geral do Acadêmico e Presidente da ABL
Marcos Vilaça e coordenação do Acadêmico Luiz

Chico Caruso é chargista há mais de 40 anos. Começou seus primeiros traços ao lado do irmão Paulo Caruso, também cartunista e que edita suas charges em quadrinhos, sob influência do avô. Os dois são gêmeos e nasceram em São Paulo em 1949. No fim dos anos 60, entrou na
Folha da Tarde, do Grupo Estado de S. Paulo.
Logo depois foi para o jornal
Opinião, passando pelo Movimento, Gazeta Mercantil, e as revistas Istoé e Veja.

Em 1978, foi para o
Jornal do Brasil cobrir as férias do cartunista – e também quadrinista – Ziraldo e ficou até

1984, quando se transferiu para o jornal
O Globo, onde publica suas charges, diariamente, até hoje.

Lailson de Holanda

Lailson de Holanda, chargista, desenhista e ilustrador, foi um dos fundadores da página de humor
O papa-figo no

Jornal da Semana
com o grupo que deu início ao movimento pernambucano de humor e quadrinhos nos anos 70.

Aos 17 anos começou a publicar suas charges no jornal
The Pine Cone (Arkansas, EUA), recebendo o Award for

Best original artwork
, atribuído pela Arkansas High School Press Association. Chargista do Diário

Pernambucano, publica uma charge diária nesse jornal há 27 anos. Autor de mais de 15 livros (charges, cartuns,

pesquisa, quadrinhos autorais e adaptações literárias de Camões, Machado de Assis, Lima Barreto e Manoel

Antônio de Almeida). Recebeu vários prêmios em salões de charge e humor no Brasil e no exterior.

Paulo Maffia

Paulo Maffia, profissional ligado aos quadrinhos, também é jornalista, radialista, editor e pesquisador. Trabalha

na Editora Abril desde 1995, e é o responsável pela seleção das HQs Disney na Abril desde 2004. Trabalhou com

os heróis da
Marvel e DC – e até com os quadrinhos dos Simpsons –, quando eram publicados pela mesma casa

editorial. Criou e dirigiu as revistas independentes
Sci-Fi News e Sci-Fi News Cinema, além de um selo de livros

sobre Ficção Cientifica. Tem artigos publicados nos jornais
O Estado de S. Paulo e A Tribuna, além de revistas

diversas. Atualmente, é apresentador do programa Claquete, sobre cinema, televisão e afins, na Bestradio Brasil

Comments: Post a Comment

Links to this post:

Create a Link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?