Tuesday, January 25, 2011

Travaços, o Zé da Europa... por Miguel Salazar

"Portugal não figura entre os seis primeiros países da
Europa do futebol, mas possui um interior-direito,
Travaços, que vale quatro mil contos. Travaços,
 com um penteado impecável, é tão brilhante
com os pés como o seu inalterável penteado
de brilhantina"
Jornalista inglês, em 1955

José Travaços fazia parte de um grupo de cinco futebolistas de eleição, que fez furor na equipa do Sporting das décadas de 40 e 50, e que ficaram conhecidos pelos “cinco violinos”.
Juntamente com Jesus Correia, Albano, Vasques e Peyroteo, os “cinco violinos” eram um verdadeiro pesadelo para as defesas adversárias.
Travaços jogava na posição de interior-direito e representou o Sporting Clube de Portugal entre 1947 e 1958, tendo sido Campeão Nacional por 8 vezes, e vencedor da Taça nas épocas de 1947/48 e 1953/54.
Travaços foi o autor do golo do Sporting, contra o FCPorto, imortalizado no cinema e na televisão, através do filme “O Leão da Estrela”.
Ao longo da sua carreira, Travaços foi autor de 172 golos (99 no campeonato).
Representou a Selecção Nacional por 35 vezes, ao serviço da qual marcou 6 golos.
Travaços viria a ficar conhecido pelo “Zé da Europa”, por ter sido o primeiro português a integrar uma selecção europeia.
José Rialto
http://miguelsalazar.blogs.sapo.pt/

Comments:
This comment has been removed by a blog administrator.
 
Post a Comment

Links to this post:

Create a Link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?